Qual seu programa favorito da Record?

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Câmera Record: Roberto Cabrini denuncia o trabalho escravo no Brasil

Na Tela da Record:Na próxima sexta-feira, dia 13 de junho, às 23h45, o repórter Roberto Cabrini mostra ao mundo que a escravidão não acabou. Ele entra na moderna senzala do Brasil do terceiro milênio.

Corpos maltratados e sujos de terra. Suados embaixo de um sol escaldante, que fere a pele. Picadas de insetos por toda parte do corpo. A maioria não tem nem documento, alfabetização ou conhece seus direitos. Enganam a fome e tentam resistir à sede. A história começa quando a equipe de reportagem do Câmera Record encontra com um homem que fugia da fazenda onde era explorado. Ele saiu de lá a pé, doente, mas conseguiu se libertar. Um relato alarmante de trabalho escravo!

Cabrini conheceu a triste realidade de homens, mulheres e crianças que, sem estudo e ajuda, acabam trabalhando para donos de fazenda por salários irrisórios. Sem condições apropriadas para a execução do trabalho árduo e pesado, têm longas jornadas de trabalho sem remuneração justa. Além disso, são obrigados a comprar quase tudo do patrão, que superfatura os mantimentos e objetos. Para alguns trabalhadores, a dívida com o dono da fazenda é maior que o próprio salário.

A água não é tratada. O rio sujo é usado para o banho, para lavar as roupas e para matar a sede. A moradia é uma lona esticada em pedaços de pau. As camas são redes surradas.
E como se já não bastasse, o trabalho que fazem é matar a floresta amazônica.

O desfecho dessa história será na próxima sexta-feira, depois de "Amor e Intrigas".

Fonte:Rede Record/Imagem:Rede Record

Nenhum comentário: