Qual seu programa favorito da Record?

segunda-feira, 28 de abril de 2008

o que vai acontecer até 5° feira em amor e intrigas.

Segunda-Feira
Mário conta a Silvia que viu Bruno com outra mulher

Valquíria diz a Dorotéia que é difícil tirar Alice do Rio. Dora diz a Rafaela que mora uma Valquíria, no prédio dela. Luciano diz a Débora que se apaixonou por Silvia, mas não a entende.

Felipe se lembra da discussão que teve com Dorotéia. Ele liga para Débora, e diz que tem que procurar Romeu Toscano, pois só ele pode esclarecer como o pai deles morreu e se Dorotéia teve envolvimento na morte.

Marcos chega à agência para falar com Ana, e diz a Antônia que Camilo viu Silvia saindo do apartamento de Bruno Molinaro. Dorotéia diz a Valquíria que ela será sua nova aliada.

Débora e Luciano passeiam por Mauá. Alice vê a manchete de um jornal, dizendo que Petrônio está preso. Antônia conta a Fabíola sobre Silvia. Fabíola diz que Mário tem vocação para ser traído.

  • Alice diz a Janaína que Pedro a chamou de egoísta. Pedro conta a Antônia que brigou com Alice, porque ela não quer ir ao casamento de Alexandra.

    Celeste vê a manchete do jornal com a prisão de Petrônio. Ela não se conforma de ter sido enganada, por tanto tempo. Anselmo diz que Petrônio era um bom ator. Dorotéia diz a Valquíria que Felipe irá convidá-la, para ir ao casamento de Alexandra.

    Celeste convida Anselmo para ir ao casamento. Ele diz que não pode ir. Jurandir ouve, e se oferece para acompanhá-la. Anselmo estranha.

    Alice diz a Janaína que sente falta da vida em Ouro Preto. Kiko diz a Neide que vai se mudar para a pensão de Celeste. Adelaide convida Camilo para ir ao casamento de Alexandra. Camilo pede um tempo para decidir.

    Dora diz a Giuseppe que Valquíria é amante de Bruno. Adelaide conversa com Camilo. Dorotéia vê Adelaide e faz cara feia. Celeste diz a Alice que quer pedir desculpas, porque ela foi injusta.

    Dorotéia convida Camilo para ir ao casamento de Alexandra. Celeste pede a Alice voltar a morar na pensão. Petrônio conversa com seu parceiro de cela, sobre fugas. Petrônio diz que só pensa em fugir da cadeia.

    Bruno fica bêbado em um bar, e chama uma mulher para conversar. Mário chega ao mesmo bar. Valquíria diz a Jacira que Dorotéia a adora. Bruno sai com a mulher. Mário acompanha.

    Luciano e Débora quase se beijam, na pousada. Bêbado, Mário conta a Silvia que viu Bruno com outra mulher. Felipe diz a Dorotéia que vai localizar Romeu Toscano, em Londres, para esclarecer a morte de seu pai. Dorotéia fica assustada.
  • Terça-Feira
    Valquíria se contradiz, na polícia
    Dorotéia não entende por que Felipe quer esclarecer a morte do pai dele. Felipe diz que quer saber por que o pai dele se suicidou. Dorotéia diz que Eduardo tinha bebido muito, quando se matou. Felipe diz que sabe que seu pai não bebia. Dorotéia grita que Felipe não deve insistir nessa história.

    Silvia tenta tirar Mário, que está bêbado, do restaurante de Camilo. João avisa a Adelaide que chamou Eugênia para o casamento de Alexandra. Ela fica furiosa. Sérgio interrompe o beijo de Débora e Luciano.

    Dorotéia diz a Felipe que ele deveria ir com Valquíria, ao casamento de Alexandra. Eugênia diz a Paco que o casamento de Alexandra será uma boa promoção para a peça deles, e Paco precisa de uma surpresa para animar a vida.

    Petrônio diz ao preso Ranulfo que precisa arranjar um jeito de colocar um celular dentro da cela. Ranulfo diz que tem que ter dinheiro. Mas, quando se está preso, os amigos somem. Petrônio fica apreensivo, para sabe se Jurandir está chateado com ele.

    Jurandir conversa com Kiko, e diz que está feliz em conhecer o verdadeiro Francisco. Jurandir diz que Petrônio deveria pegar prisão perpétua. Dorotéia diz a Bruno que ele tem que procurar Romeu Toscano, com urgência, antes que Felipe o encontre.

    Valquíria, diante do delegado, depõe sobre o seqüestro de Alice. E diz que Alice sempre teve inveja dela. O delegado percebe que Valquíria se contradiz, no depoimento. Dorotéia diz a Bruno que arranjou a mulher certa para Felipe.

    Bruno pergunta quem é. Ela diz que é Valquíria. Bruno, na falsidade, diz que Valquíria é uma ótima pessoa. O delegado pergunta o que Valquíria sente por Alice. Valquíria diz que odeia Alice. Ela tenta consertar, e diz que não tem coragem nem de matar uma barata.

    Paco diz a Fabíola que Eugênia o mandou ficar longe de Fabíola, que responde que ela não manda nele. Paco diz que, se ele quiser manter o padrão de vida, é melhor obedecer a Eugênia.

    Jurandir diz a Celeste que ela saiu ganhando, na troca de Francisco, porque Kiko é mais legal. Jurandir diz a Celeste que vai procurar um emprego, seguindo os passos de Kiko. Celeste revela que vai com ele ao casamento de Alexandra.

    Pedro discute com Alice, porque ela não vai ao casamento de Alexandra. Adelaide e João recebem os convidados, no casamento de Alexandra. Valquíria chega com Dorotéia. Pedro conversa com Antônia e diz que está chateado com Alice.

    Jurandir chega com Celeste. Fabíola olha para ele, e acha que é penetra. Paulo está feliz no altar e Alexandra, com cara de poucos amigos. Os dois se casam. Jurandir olha para Alexandra, no altar.

    Valquíria diz a Alexandra que veio ao casamento a convite de Felipe. Alexandra não gosta. Jurandir se aproxima dos noivos, para cumprimentá-los. Alexandra diz a Paulo que Jurandir é amigo de João.

    Eugênia, no meio do salão, pede a atenção de todos. Ela diz que está anunciado o noivado com Paco Loyola, que fica em choque. Fabíola fica indignada.

    Jurandir se aproxima de Alexandra, e lhe dá um beijo na boca. Alexandra tenta se desvencilhar. Paulo procura por Alexandra, na festa. Jurandir continua beijando Alexandra.
  • Quarta-Feira
    Mário tem crise de ciúme e discute com Silvia
    Alexandra consegue se desvencilhar de Jurandir, no instante em que Paulo chega. Ela disfarça e tenta enrolar Paulo, que fica desconfiado. Jurandir cumprimenta o noivo e vai embora. Paulo questiona Alexandra, que o agarra e lhe dá um beijo.

    Adelaide se insinua para Camilo e Dorotéia se aproxima. Ela também se insinua para Camilo, que fica sem graça. Paco tira satisfações com Eugênia, mas ela não o deixa falar. Fabíola fica irritada e avisa que não desistirá dele.

    Felipe diz que precisa resolver umas coisas, e se despede de Valquíria. Antônia convida Pedro para dar uma volta; os dois saem juntos do casamento. Ele fica triste por causa de Alice, e Antônia o consola.

    Eugênia avisa que não tem intenção de casar com Paco; ele não entende nada. Ela diz que eles ficarão noivos para sempre, e Paco fica com medo. Mário tem uma crise de ciúme e discute com Silvia.

    Alice liga para Pedro, que a trata com frieza. Cícero faz uma visita a Eva. Paco tenta se explicar com Fabíola, mas ela manda-o embora. Pierre vai à pensão, visitar Celeste. Pierre e Cícero se cumprimentam, e simpatizam um com o outro.

    Bruno liga para Silvia. Mário entra em casa, ela fica constrangida e ele percebe. Mário arranca o telefone das mãos dela, e tenta escutar com quem estava falando.

    Silvia tenta pegar o telefone de volta, mas Mário escuta a voz de Bruno, que desliga a ligação. Mário manda Silvia confessar quem era.

    Adelaide fica irritada com João, por ele ter convidado Eugênia para o casamento de Alexandra. Ela diz que Eugênia lhe faz muito mal e a odeia. Valquíria implora para Jacira ir à cadeia, saber notícias de Petrônio.

    Dorotéia liga para Valquíria e diz que elas precisam conversar. Pedro e Antônia combinam de sair novamente. Mário pressiona Silvia e a acusa de ter um amante. Ela chora e diz que não agüenta mais a pressão.

    Mário fica irritado. Ele diz que dará uma volta, antes que faça uma besteira. Silvia tenta se controlar, e liga para o restaurante avisando que não tem condições de trabalhar.

    Dorotéia pergunta a Valquíria se ela já pensou em alguma alternativa, para afastar Alice do Rio de Janeiro. Marcos e Ana vão a um barzinho. Mário chega ao mesmo bar e senta numa mesa, mas Marcos e Ana não o notam. Ele bebe um uísque depois do outro.

    Valquíria confessa que ainda não pensou em nada. Marcos e Ana falam de Mário e Silvia. Mário fica pasmo, ao ouvir Marcos dizer que Camilo viu Silvia saindo do prédio de Bruno. Mário não agüenta e vai pra cima de Marcos, que leva um susto e tenta se soltar.

    Mário manda-o repetir o que falou sobre Silvia. Marcos repete, e Mário se enfurece. Valquíria diz que só tem um jeito de se livrar de Alice: fazê-la sofrer um acidente. Mário entra furioso em casa, e diz a Silvia que já sabe de tudo.

    Silvia percebe que não adianta mentir e tenta acalmá-lo, mas ele a segura com força e a empurra para o sofá. Silvia diz que o ama, mas ele a rejeita e fica descontrolado. Mário tira uma arma da gaveta, e aponta para Sílvia.
  • Quinta-Feira
    Mário e Bruno têm briga feia

    Silvia implora para Mário largar a arma, mas ele fica transtornado e diz que acabará logo com ela. Marcos e Ana ficam com medo que Mário faça alguma loucura. Mário coloca a mão no gatilho e Silvia de encolhe, apavorada.

    Silvia grita e pede para Mário pensar em Daniel. Ele abaixa a arma, e diz que não sujará as mãos por causa dela, mas avisa que acabará com a vida de Bruno. Mário esconde a arma na roupa e sai, enquanto Silvia fica desesperada.

    Felipe chega em casa e se surpreende, ao encontrar Valquíria. Dorotéia disfarça e deixa os dois a sós. Dora sente saudade de Bruno. Giuseppe diz que ela está proibida de ligar para o filho.

    Dora espera Giuseppe deitar para dormir, e liga para Bruno. Ele fala impaciente com a mãe, tratando-a com frieza. Silvia chora sozinha e liga para Bruno, mas ele não ouve o telefone tocar.

    Débora pensa em Petrônio e fica triste. Ela lembra que Eva estava usando um cordão igual ao dela, que disse ter ganhado de Petrônio. Sérgio deduz que Petrônio também estava envolvido no assalto das jóias. Débora fica arrasada.

    Felipe não conversa com Valquíria, que vai embora. Silvia tenta falar de novo com Bruno, mas ele não atende. Eugênia diz a Pierre que entrará na disputa, para conquistar Camilo.

    Alice comenta com Janaína que Pedro sumiu de sua vida, e está abalada com a possibilidade de perdê-lo. Pedro diz a Antônia que está cansado de amar, e receber tão pouco em troca.

    Felipe e Dorotéia discutem. Felipe diz que a mãe não sabe quem é o verdadeiro Bruno Molinaro, e conta que os pais dele são muito simples. Dorotéia não acredita, mas fica intrigada.

    Bruno atende ao telefonema de Silvia mas, quando ela vai falar de Mário, a campainha do apartamento de Bruno toca e ele desliga o telefone. Bruno abre a porta e leva um susto, ao dar de cara com Mário, que já vai segurando o pescoço dele.

    Bruno se solta e empurra-o pra longe. Mário diz que já sabe de tudo, e dá um soco em Bruno, que cai no chão. Mário fica revoltado, e parte pra cima de Bruno mais uma vez.

    Bruno manda-o sair de sua casa. Mário pega a arma e aponta para ele. Bruno se assusta e sai correndo, em direção ao corredor do apartamento, pedindo socorro. Mário dispara a arma e dá um tiro nas costas de Bruno.

obs.: a emissora ainda nao divugou os capítulos de 6° feira e sabado.

Nenhum comentário: